Seville Travel Guide Guía turística de Sevilla Informaţii turistice Sevilla Informazioni Siviglia turismo Sevilla Hauptstadt Information Tourismus Costa del Sol Andalusien Przewodnik po Sewilli Туристический справочник Севильи Guide touristique de Séville Toeristische gids van Sevilla Toeristische gids van Sevilla Sevilla Rejseguide Turistický průvodce Sevillou Informação Sevilla turismo Туристически справочник на Севиля

Sevilha


 


Sevilha

Barco turistico por el rio Guadalquivir Sevilla España

A história de Sevilha está intimamente ligada ao Rio Guadalquivir, pois desde o passado mais remoto, a cidade é um porto fluvial e ponte entre o Oceano Atlântico e o interior da Andaluzia – sem deixar de mencionar que Sevilha sempre foi parte do anel rodoviário entre o Noroeste e o Oeste da Península Ibérica. Se voltarmos no tempo, ao primeiro milênio antes de Cristo, podemos destacar que a zona de Sevilha já estava destinada a converter-se no local perfeito para o grande mercado do vale do Rio Guadalquivir. A Sevilha original nasceu onde o rio já era navegável por barcos provenientes do mar. Escavações arqueológicas na região de La Cuesta Del Rosario confirmaram que os primeiros assentamentos datam do século 9 a.C.

Alejandro Magno Italica siglo II d.c.Os romanos governaram a totalidade da Espanha durante mais de seis séculos. Sua primeira colônia foi Itálica, que ainda pode ser visitada hoje em dia. Os restos de Itálica se encontram a 10 km de Sevilha. Itálica se expandiu rapidamente e entre as muitas construções de interesse, destaca-se o Anfiteatro, com capacidade para 25.000 pessoas. Em Itálica, pode-se encontrar exemplos de grandes construções romanas, tais como as três casas De Exedra, Los Pájaros ou Hylas, que possuem mosaicos impressionantes. A cidade também foi o lugar do nascimento de dois imperadores romanos, Trajano e Adriano. No ano 49 a.C., o nome da cidade foi mudado para Hispalis, por Julio César, chegando a converter-se, com este nome, a colônia oficial do Império Romano. A cidade se viu sendo constantemente expandida e até alcançar a zona onde se localiza Sevilha atualmente.

Os romanos mudaram o aspecto dos campos e das cidades, construindo aquedutos e estradas longas e retas para unir as cidades. Hoje em dia, alguns dos utensílios melhor conservados deste período podem ser encontrados no magnífico Museu Arqueológico da cidade.

No entanto, foi a civilização árabe que deu um impulso final à cidade. Seu reinado na Andaluzia resistiu por cerca de 800 anos, a partir do ano 711 até 1492, quando os reis católicos expulsaram o último rei mouro de Granada.

Vista de la Torre del oro desde el rio Guadalquivir Sevilla EspañaAlgumas das construções de maior esplendor da cidade datam dessa época, incluindo a Torre Del Oro, a Torre de Plata, La Giralda, o Patio de los Naranjos, a zona de Triana, os muros de La Macarena e El Alcázar. Mais tarde, os mudéjares usaram seus conhecimentos para criar lindos edifícios no estilo morisco, tal como o Palácio Pedro I, que é parte dos Reales Alcázares de Sevilha. Há várias igrejas no estilo Mudéjar que datam desta época, incluindo a Igreja de San Marcos, a Igreja de Santa Catalina e a Igreja de San Pedro.

De maneira interessante, a arquitetura Mudéjar continuou durante um grande período, sendo um dos melhores exemplos da Casa de Pilatos, um dos edifícios mais bonitos que se pode visitar em Sevilha. Os muros da cidade e suas portas de entrada oferecem uma visão perfeita da cidade através dos tempos.

Casa Pilatos de Sevilla España

Depois da entrega de Granada aos cristãos, a Espanha entrou em uma era de expansão e prosperidade. A conquista das Américas, em 1492, fez de Sevilha uma das cidades mais opulentas da Europa. Em 1503, Fachada ornamental de estilo renacimiento plateresco del ayuntamiento de Sevilla Españaoutorgou-se a Sevilha o monopólio do comércio espanhol com o novo continente, o que fez com que a cidade fosse rapidamente adquirindo mais riquezas e se transformasse na cidade comercial mais cosmopolita da Europa. Apesar da pequena Madri ter sido designada como a capital da Espanha, em 1561, Sevilha continuou sendo o maior centro de comunicação até o século XVII. Esplendidos edifícios renascentistas e barrocos foram surgindo e muitos artistas da Idade do Ouro artística da Espanha – Zubarán, Murillo, Juan de Valdés Leal – produziram aqui seus trabalhos. No entanto, muito dessa riqueza foi perdida em guerras pela dinastia dos Habsburgo. A Guerra da Sucessão Espanhola, que durou 13 anos, resultou na instauração dos Bourbon ao trono no lugar dos Habsburgo e, segundo o tratado de Utrecht, a concessão de Gibraltar aos ingleses. Mais tarde, disputas com a França levaram a Espanha a participar das Guerras Napoleônicas.

Após a Batalha de Trafalgar, o rei espanhol Carlos IV abdicou e Napoleão Bonaparte colocou seu irmão, Joseph, no trono espanhol. A guerra na península continuou e, com a ajuda britânica, os franceses foram expulsos da Espanha. Depois da restauração dos Bourbon ao poder, a Espanha se viu debilitada por grandes disputas e começou a perder suas colônias.

No século XVIII, a Espanha vivenciou uma queda econômica e durante os séculos XIX e XX a pobreza gerou conflitos políticos e, finalmente, a Guerra Civil.

Parque de Maria Luisa Sevilla España

Muitos dos prédios históricos mais recentes datam da exposição ibero-americana de 1929, incluindo a Plaza de España e o Parque de Maria Luisa.

Em 1992, Sevilha novamente recebeu a Expo, atraindo visitantes de todo o mundo.

 


voltar acima


seguinte  

Termos de Responsabilidade: Tentamos fazer com que as informações contidas nessa página web seja mais precisa possível, mas é administrada “como está” e não assumimos nenhuma responsabilidade por alguma perda, dano ou inconveniência sofrida por alguém como resultado desta informação.


 
Cursos de espanhol na Espanha
    Curso de espanhol na Espanha  


Mapa de Sevilha
 Ampliar imagem  

 

Introdução | Historia de Sevilha | Informação útil | Mapas de Sevilha | O tempo em Sevilha | Meios de transporte | Monumentos de Sevilha

Museus de Sevilha | Vida noturna em Sevilha | Província de Sevilha | Restaurantes | Tienda Bicicletas